segunda-feira, 5 de outubro de 2009

A saga do pó de pedra

O mês que antecede as eleições autárquicas nesta freguesia tem sido marcado, pela distribuíção maciça de pó de pedra nos caminhos.
Em variadas situações, estes caminhos, são o único acesso a conjuntos importantes de habitações. Mas e apesar disso, os residentes esperam e desesperam por um acesso condigno. Se o abastecimento de água é praticamente generalizado, o saneamento básico continua nesta terra, paredes meias com a sede do concelho, a ser miragem.
Ano-após-ano o saneamento básico não chega, também a pavimentação desses caminhos continua distante.
Em vésperas de eleições, invariavelmente e com chancela PS, chega uma distribuição de pó de pedra que serve para fazer poeira com bom tempo, desaparecer estrada fora ou monte abaixo com as primeiras chuvas, como é a situação presente e deixa os residentes numa falsa expectativa.
Mas não deixamos de registar que afinal alguns objectivos são alcançados:
  • A pedreira local fica aliviada de um volume importante de resíduos;
  • Os transportadores tem aqui uma oportunidade de negócio;
  • Os autarcas iludem uma vez mais os residentes e
  • Os residentes acreditam uma vez mais e em vão que é desta que vão ver o acesso a suas casas pavimentado....
Apenas dois entre vários exemplos: O caminho da Chamusca e o caminho da Devesa (acesso Espindelo - Cancela).
Provavelmente ainda haverá quem acredite.... ainda acredita?

Etiquetas: , , ,

1 Comments:

At 8 de outubro de 2009 às 16:12, Blogger dexigner z said...

acho que esta questão ficará resolvida com a proxima equipa da Junta de Freguesia, não por falha da antiga, mas sim por falta de verbas e pela situação do saneamento não estar ainda concluida em todo o Conselho. com a nova equipa que representara a Junta, seja ela de que cor for acho, que conseguira junto do Municipio as verbas para o saneamento e para a pavimentação das mesmas. Em ultimo caso temos varios construtores na Ribeira que certamente conseguiram encontrar uma solução viavel para o orçamento da junta ,o interesse dos moradores e da propria Freguesia.

José Afonso (filho)

 

Enviar um comentário

<< Home